Percussão e quinteto instrumental abrem Figo 2014 em Goiânia

Déborah Gouthier

O ultimo fim de semana da 2ª edição do Festival Internacional de Música em Goiás (Figo) já começou comprovando a consolidação do evento como um grande encontro da música instrumental. No primeiro dia de apresentações em Goiânia, realizadas na sexta-feira, 26, no Centro Cultural Oscar Niemeyer, o festival recebeu os grupos Bake Batuke e Fabiano Chagas Quinteto, numa verdadeira demonstração da diversidade musical produzida em Goiás.
O primeiro a se apresentar foi o Bake Batuke, formado por alunos de percussão do professor e idealizador do coletivo Ninho Cultural, Rodrigo Kaverna. Com instrumentos produzidos de material reciclado e a força rítmica que só os batuques da percussão são capazes, o grupo abriu a primeira noite do Figo 2014 em Goiânia em grande estilo.
Em seguida, foi a vez de Fabiano Chagas Quinteto subirem ao palco do Palácio da Música, com a formação de piano, baixo, bateria, saxofone e a guitarra marcante de Fabiano Chagas. Ele, que é compositor, violonista, guitarrista e professor da Escola de Música e Artes Cênicas da Universidade Federal de Goiás, conduziu o grupo com um rico repertório que foi do jazz ao choro, com canções como o clássico “Espinha de Bachalhau”, composto por Severino Araújo.
A primeira noite do Figo 2014 em Goiânia teve ainda as apresentações de Escalandrum e Hermeto Pascoal. No sábado, chegam aos palcos e ao grande público do festival nomes como Ricardo Leão e Siba e a Fuloresta

.

Apoio e Patrocínios

Sponsor #1