Fronteiras Imaginárias traz Benjamim Taubkin e Antonio Arnedo ao Figo 2014

Texto: Déborah Gouthier

No sábado, dia 20 de setembro, Pirenópolis recebe seu segundo dia do Festival Internacional de Música em Goiás (Figo) na cidade. Uma das atrações da noite, que também traz Maíra Freitas e o Septeto Santiaguero, é o projeto Fronteiras Imaginárias – uma bela reunião entre o saxofonista colombiano Antonio Arnedo e o brasileiro Benjamim Taubkin no piano.

O show é mais uma das atrações do festival, que prestigia os talentos e a fusão musical internacional. O Fronteiras Imaginárias é uma dessas experiências de integração e intercâmbio cultural, que começou ainda em 2005, por meio do América Contemporânea, um coletivo de músicos de sete países da América do Sul, que recebeu a gratificante visita do colombiano Antonio Arnedo, em um show em São Paulo. Desde então, os encontros musicais entre Taubkin e Arnedo foram contínuos. Eles então se juntaram ao baterista Sérgio Reze e ao baixista João Taubkin, com quem gravaram um disco previsto para ser lançado ainda neste ano, com quatro composições do colombiano e duas do brasileiro.

Taubkin é pianista, arranjador, compositor e produtor musical com trabalhos solos e em orquestras sinfônicas e vem se apresentando regularmente em festivais e centros culturais ao redor do mundo. No projeto Fronteiras Imaginárias, que tem o selo de sua gravadora e produtora Núcleo Contemporâneo, ele teve a oportunidade de aliar seu talento ao de Arnedo, pioneiro na Colômbia por seu trabalho de exploração de velhos ritmos populares do Pacífico e da Costa Atlântica, do interior andino e das comunidades indígenas, numa integração completa ao conceito do jazz.

Em Pirenópolis, no espetáculo que será realizado no Teatro Sebastião Pompeu de Pina, eles terão a chance de apresentar a Goiás o que vem pela frente no álbum prestes a ser lançado, além das misturas e influências de seus países de origem.

 

Apoio e Patrocínios

Sponsor #1